Blog Luposeli

- Na Mídia

Alerta! Álcool, cigarro e café pioram o bruxismo?

Alguns estudos apontam que substâncias estimulantes favorecem o problema, mas ainda é preciso mais dados para comprovar essa ligação

O bruxismo é um distúrbio que se caracteriza pelo ato de ranger ou apertar os dentes involuntariamente. Ligado ao Sistema Nervos, ele ainda tem sua causa desconhecida, mas alguns especialistas acreditam que sua causa é multifatorial, outros culpam o estresse, alguns acham que a causa é oclusal (tem a ver com a mordida). Já um estudo recente publicado pela Associação Dental America associou o agravamento do problema ao cigarro, álcool e café.

Depois de analisar algumas pesquisas, a ADA publicou uma revisão sobre o tema em seu site que aponta uma piora relevante do problema quando pessoas que sofrem com o bruxismo têm um contato “exagerado” com substâncias estimulantes como a nicotina, o álcool e a cafeína.

Segundo essa publicação, a probabilidade do aparecimento da bruxismo do sono, aquele que se manisfeta quando a pessoa está dormido, aumentou quase 2 vezes naqueles que bebem álcool, cerca de 1,5 vezes nos que tem o costume de beber mais de 8 copos de café por dia e mais de 2 vezes nos fumantes.

Não o suficiente

Apesar dos resultados apresentados pela ADA, alguns profissionais acham que ainda é preciso debater mais o tema.

Flávio Luposeli, cirurgião-dentista e diretor da Luposeli Spa Odontológico, concorda que todo estimulante do Sistema Nervoso Central pode favorecer o aparecimento do problema, mas ele ainda acha que faltam mais pesquisas para que essa associação possa de fato ser levada em conta.

Sem causa, sem cura

Como a causa do problema ainda não é certa, sua cura também não. Mas o bruxismo tem controle e seus desdobramentos tratamento.

No caso do problema noturno, quando a pessoa não consegue controlar seus atos e acaba acordando com dores na face e na cabeça, o profissional costuma ter um pouco mais de dificuldade para lidar com o distúrbio.

“Geralmente nesses casos, o tratamento está no controle dos sintomas dolorosos com o uso de técnicas de massagem, termoterapia, placas rinteroclusais rígidas, agulhamento seco, fisioterapia e até aplicação de Toxina Botulínica, em casos específicos”, diz o especialista.

Ele ainda destaca que os pacientes que rangem os dentes a noite deverão sempre usar esses dispositivos interoclusais rígidos para evitar o desgaste e a sobrecarga sobre os dentes e restaurações.

Quando o problema é mais comum durante o dia o controle é mais simples, pois o paciente está desperto.

Para isso, lançamos mão de terapias comportamentais que podem envolver até o uso de aplicativos para que os pacientes mantenham-se atentos aos hábitos perniciosos. Quando envolve dor, os mesmos recursos usados no caso do noturno podem ser usados, (menos as placas interoclusais que são de uso exclusivo noturno)”, diz Flávio.

Originalmente publicado em: https://saude.terra.com.br/saude-bucal/condicoes-medicas/alerta-alcool-cigarro-e-cafe-pioram-o-bruxismo

Comentários (2)

  1. Luposeli Odontologia - 02 Oct, 2016

    Olá, pessoal!
    Fiquem à vontade para fazer comentários sobre o que acharam do artigo e/ou para fazer perguntas!
    As respostas serão sempre enviadas via e-mail para todos vocês.
    Para agendar uma consulta ou tirar dúvidas rapidamente, ligue:
    (11) 2888-8666 / 2925-2035.
    Att.,
    Equipe Luposeli

  2. Ronaldo Wosniak - 20 Mar, 2017

    Bom dia…
    Tenho bruxismo,,,,,mas não tenho dores,,,,,meu problema acontece durante a noite, já mandei fazer uma placa de mordedura em acrílico mas não me senti confortável, incomoda muito, gostaria de saber se existe outro meio de tratamento, mas meu problema também seria o custo deste tratamento, pois não tenho muitas posses.
    Vocês tem uma média de custo (preço) deste tratamento.
    Falaram-se que existe uma placa completa chamada Smile,,,é isso mesmo ?
    Grato

Comente